Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Novidades’

Era bom que o PM e a sua Comunicação Social pudessem dizer que é mentira  mais este tacho  que segue por mail para os Portugueses…

Será que a verdadeira informação, chega agora só por mail, aos Portugueses?

 Já Ninguém estranha, Ninguém quer saber…

 No fim sabe-se que saber ou não saber, já não resolve nada…

Comunicação Social devia ser o Árbito da DEMOCRACIA, mas como sabemos as arbitragens sejam desportivas ou politicas,  também já não se conta com elas…

SER PORTUGUÊS é ESTAR SÓ…

»Sabe quem é António Pinto de Sousa?(Os tachos que eles inventam!)
Este aqui é mais um todo poderoso.

Pois fiquem a saber que é o novo responsável pelo Gabinete de Comunicação e
Imagem do IDT (Instituto da Droga e Toxicodependência)!

Tem competência atribuída para empossar quem quiser, independentemente da
sua qualificação académica e profissional, para os cargos dirigentes do
Instituto, contrariando os próprios estatutos do IDT.

E porquê o “Toni”? Perguntarão.
Perguntam e perguntam muito bem.
Não é irmão dos “maçons” Teixeira dos Santos ou Vítor Constâncio.

É MESMO o irmão de José Sócrates.

Esclarecidos? Eu também.

SÓ QUE POUCA GENTE SABE QUE ESTE CAVALHEIRO SE TEM DESLOCADO A ESPANHA PARA
TRATAMENTOS DA SUA PRÓPRIA DESINTOXICAÇÃO!.

O Instituto não podia ter melhor imagem !

________________________________________________________________________________
O email é um dos seus instrumentos de trabalho?

Anúncios

Read Full Post »

 

 

 

“A Casa de Sócrates no registo predial, não passa de um simples apartamento. Na verdade trata-se de uma casa senhorial no coração de Lisboa. São cinco assoalhadas dum 3º andar no edifício Heron Castilho. Tem 150 metros quadrados, avaliados em 800.000 euros, que custaram em Fevereiro de 1996, 240.000 euros. Antes vivia num modesto apartamento T2 na calçada Eng. Miguel Pais, em São Bento. Na garagem tem um Mercedes C230. Longe vão os tempos em que conduzia um modesto Rover 111. Além disto frequenta restaurantes caros e usa fatos de marca. Como pode Sócrates viver como um homem rico, com 82 mil euros brutos (57 mil líquidos) que declarou ao Tribunal Constitucional ganhar por ano? Diz não ter rendimentos de quaisquer empresas, acções ou planos de poupança. O único património que diz ter são o carro, a casa e o ordenado. Esqueceu-se de dizer que foi sócio da Sovenco? Sociedade de Venda de Combustíveis Lda., com sede na Reboleira, Amadora, em que está registado na matrícula da sociedade. No seu site Sócrates Carvalho Pinto de Sousa, não consta este pormenor. Segundo fontes da RIAPA o Ministério Público está a investigar os investimentos governamentais efectuados nas áreas do tratamento de resíduos urbanos e a sua relação com o financiamento de actividades partidárias, durante o período em que José Sócrates exerceu funções governativas. Uma das principais dúvidas recai sobre o processo de adjudicação do concurso para o sistema da recolha e tratamento de resíduos do Planalto Beirão.”
 
 
 

 


Sócrates finge, agora, não se lembrar dessa sociedade que fez. E porque se tenta ele esquecer?

 

A Sovenco, criada em 1990, era uma Sociedade de Venda de Combustíveis.
A sua constituição: Armando Vara, Fátima Felgueiras, José Sócrates, Virgílio de Sousa.

 

Armando Vara – condenado a 4 anos de prisão (pena suspensa); no entanto recebeu o prémio do amigo José Sócrates, e acabou  ADMINISTRADOR DA CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, com 20.000,00 euros por mês, mais extras.

 

 
… e de pós-graduação, fantástico estamos entregues aos bichos. Dados pessoais de Armando António Martins VaraData de nascimento: 27 de Março de 1954 Naturalidade: Vinhais … era pós-graduação ou foi tirada com o mesmo professor da licenciatura, dele e do “Eng” Sócrates… Recorda-se que Armando Vara teve de se licenciar 3 dias antes de tomar posse como administrador da Caixa Geral de Depósitos ( confirma AQUI)

 

Virgílio de Sousa – condenado a prisão por um processo de corrupção no Centro de Exames de Condução de Tábua

Fátima Felgueiras – andou foragida da Justiça no Brasil dois anos; HOJE É ELEITA PRESIDENTE DE CAMARA DE FELGUEIRAS, e tem imunidade parlamentar.

 

 http://democraciaemportugal.blogspot.com/2008/03/scrates-scio-duma-empresa-suspeita.html

 

 

Portugal…o País da TRANSPARÊNCIA

Se és assim tão transparente como o Líder e mais outros tantos…

Vota PSócrates

“Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és!”

 

Read Full Post »

 

 

Read Full Post »

 HISTÓRIA ANTIGA

Não é claro se as mulheres na Grécia usavam roupa interior.

As mulheres Romanas usavam panos que envolviam os seios feitos de pele suave. Aparentemente também usavam e possivelmente algo semelhante às cuecas. Qualquer peça de vestuário usada terá sido feita de lã ou de linho. Apenas as classes mais altas tinham possibilidades de usar seda importada.

IDADE MÉDIA E RENASCENÇA As mulheres da época Medieval geralmente usavam um vestuário justo ao corpo. A camisa tinha como a função de proteger a roupa do suor e óleos corporais. Durante o século 16, também era popular usar uma estrutura para dar forma às saias. Os espartilhos começaram a ser usados por volta desta altura. Estes eram muito desconfortáveis de usar, e causavam muitas vezes problemas de saúde. Estes corpetes eram de linhas direitas e espalmavam o peito.

No século XVIII, as mulheres começaram a usar espartilhos mais confortáveis. O espartilho permaneceu popular entre as mulheres aristocratas até ao século XIX, quando o design foi modificado para ajustar mais ainda o tronco. Um pouco de peito à mostra começou a ser símbolo de beleza e os corpetes eram feito de aço para assegurar este efeito. Isto causava grande dor à maior parte das mulheres, e por vezes, causava danos a órgãos internos e ossos. Mais tarde estes espartilhos deixaram de envolver e apertar a zona dos seios. ERA INDUSTRIAL A roupa interior standard no fim do século XIX que tanto homens, mulheres ou crianças usavam era o fato-macaco ” union suit” que cobria o corpo como uma segunda pele. O aparecimento das “crinolines”, estrutura de ferro para as saias, tornou-os necessários por questões de modéstia e aquecimento.

 SÉCULO XX Nos anos 50 e 60 a roupa interior da mulher começou a enfatizar os seios em vez da cintura. Esta década viu a introdução dum soutien com copas pontiagudas. Nesta altura introduziu-se também o soutien push-up. Ao mesmo tempo, as cuecas das mulheres começaram a ser cada vez mais coloridas e decorativas.

As collants tiveram a sua primeira aparição em 1959 inventadas por Glen Raven Mills da Carolina do Norte.

Mais tarde lançaram também as collantes sem costuras empurradas pela popularidade da mini-saia. A moda da roupa interior amadureceu nos anos 70 e 80 e os anunciantes esqueceram o conforto e durabilidade. Sex appeal começou a ser o ponto de venda mais importante, tornando-se a última fronteira antes da nudez. Artistas dos anos 80 como Madonna e Cyndi Lauper levaram lingerie para as suas actuações, muitas vezes usando roupa interior como tops ou outro tipo de peças de vestuário.

Mais tarde, nos anos 90, as popstars do hip hop popularizaram um estilo similar, usando calças de ganga descaídas expondo assim a roupa interior. Finalmente, a tanga, esta apesar de sempre ter sido usada pelas dançarinas exóticas, a tanga ganhou a sua primeira popularidade no Brasil, nos anos 80, originalmente como fato de banho. Por volta dos anos 90 o design segue o seu percurso a tanga tornou-se popular no mundo Ocidental.

Hoje em dia a tanga é um dos estilos mais vendidos entre as mulheres e está a ganhar popularidade entre os homens.

Read Full Post »

Cientistas americanos recolheram, pela primeira vez, destroços de um meteorito que havia sido detectado antes de cair na Terra, segundo um estudo publicado na revista científica Nature.

Cerca de 50 fragmentos do asteróide 2008 TC3 foram recolhidos do deserto da Núbia, no Sudão, onde caíram em outubro do ano passado.

Cientistas acreditam que a descoberta oferece uma oportunidade única de analisar a rota do asteróide e seus componentes. O meteorito do tamanho de um carro foi detectado por astrônomos da Universidade Estadual do Arizona em outubro do ano passado.

O corpo celeste foi acompanhado por telescópios em volta da Terra até se desintegrar na atmosfera terrestre acima do Sudão. Peter Jenniskens, autor do estudo e cientista no Seti Institute of Califórnia, viajou ao Sudão com uma equipe de pesquisadores para tentar localizar o que havia sobrado do asteróide.

Após uma extensa pesquisa de campo, os pesquisadores localizaram 47 fragmentos do meteorito que juntos pesavam pouco mais de três quilos. “Este asteróide era feito de um material frágil que o fez se desintegrar a 37 km de altura antes de ter sua velocidade reduzida significativamente”, disse Jenniskens.

“É um tipo de meteorito diferente dos que integram nossa coleção”. O co-autor do estudo, Douglas Rumble, do Carnegie Institution, disse que muitos meteoritos já haviam sido traçados antes de explodir ao entrar na atmosfera terrestre. “Isto vem acontecendo durante anos”, disse ele. “Mas ver o objeto antes de entrar na Terra e depois segui-lo é algo único”.

Quando meteoritos que caem na Terra são estudados, os pesquisadores raramente têm informações sobre de onde vieram ou de que tipo são. Após comparar informações sobre o asteroide e comparar com os fragmentos encontrados no Sudão, os astrônomos concluíram que o 2008 TC 3 era relativamente jovem, tendo existido por poucos milhões de anos antes de entrar na órbita terrestre

BBC Brasil – BBC BRASIL.com

Read Full Post »

Já em janeiro transcrevi um relatório de um médico, que preocupado com o alastramento da TUBERCULOSE, mais uma vez alertava o mundo  para esta epidemia…

Entretanto, na UE nunca a verba foi tão baixa, desde que Durão Barroso é o Presidente…

Vai ser REELEITO…que futuro será o da tuberculose?

Aqui e no mundo, muitas personalidades começam a finalmente ver a gravidade e a alertar…Para AQUILO QUE AGORA JÀ È UMA EPIDEMIA…

EVITÁ-LA, trabalhar na prevenção é que NUNCA nada é feito…porque será?

Mas quem pode é que manda . E quem manda é que pode…

O mundo de fingimento é cada vez mais transparente… Só o não vê quem não quizer…

 UE e a “tuberculose”

Janeiro 2009

O médico Tido von Schoen-Angerer disse que, “em lugar de melhorar”, a epidemia da tuberculose “está piorando”, pois “ainda se propaga rapidamente, em particular na África” junto com HIV.

Europa dá as costas à tuberculose

David Cronin

A União Européia outorga um quinto do que deveria dar ao financiamento para a pesquisa sobre tuberculose, tomando em conta a enorme riqueza do bloco, segundo a organização Médicos Sem Fronteiras (MSF).  A tuberculose mata 1,7 milhão de pessoas ao ano, e especialistas em saúde estimam que são necessários 1,450 milhão de euros (mais de US$ 1,8 milhão) para investigar e combater essa doença, segundo informe divulgado esta semana pelo MSF. Mas, a Comissão Européia – ramo executivo da UE – destinou a esse assunto ano passado menos de 19 milhões de euros, acrescentou. Segundo a MSF, a comissão deveria ter dado pelo menos 101 milhões de euros à pesquisa sobre tuberculose no ano passado, como sua “justa cota” de trabalho contra a doença. Spring Gombe, autora do estudo da MSF, descreveu o financiamento da Comissão Européia como “uma quantia vergonhosamente pequena”, considerando que a UE concentra 31% do produto interno bruto mundial e “inclui uma quantidade desproporcionalmente alta das economias mais poderosas do mundo”…   Mais aqui

 

 

 

Outras notícias…

Coltan e o Ébola: Angola encerra fronteira com RD Congo

Mentirosos têm cérebro maior, dizem cientistas

Alerta de Jorge Sampaio

Correio da Manhã – 20 de Março de 2009

O Enviado Especial das Nações Unidas para a Luta contra a Tuberculose, Jorge Sampaio, considerou hoje que se não houver mais esforços concertados na investigação e desenvolvimento nenhum país terá as ferramentas adequadas para combater uma epidemia de

Sampaio fala sobre a sua missão na ONU na luta contra tuberculose Expresso

Jorge Sampaio teme que crise afecte combate à Tuberculose TSF Online

 

 

 

 

 

 

 

Read Full Post »

19 de março de 2009 –

O aumento da população mundial e das demandas por água, energia e alimentos poderão provocar uma “catástrofe” em 2030, segundo previsões do principal conselheiro científico do governo britânico. John Beddington descreveu a situação como uma “tempestade perfeita”, termo usado quando uma combinação de fatores torna uma tempestade que, por si só, não teria tanto efeito, em algo muito mais poderoso. A analogia também é usada para descrever crises econômicas.

Segundo Beddington, com a população mundial estimada em 8,3 bilhões de pessoas em 2030, a demanda por alimentos e energia deve aumentar em 50%, e por água potável deve aumentar em 30%. As mudanças climáticas devem piorar ainda mais a situação, vai advertir o cientista nesta quinta-feira, na conferência Desenvolvimento Sustentável RU 09, em Londres.

“Não vai haver um colapso total, mas as coisas vão começar a ficar realmente preocupantes se não combatermos esses problemas”, afirma Beddington. Segundo ele, esta crise por recursos vai ser equivalente à atual crise no setor bancário.

“Minha principal preocupação é com o que vai ocorrer internacionalmente, vai haver falta de alimentos e de água”, prevê o cientista. “Nós somos relativamente sortudos no Reino Unido; pode não haver falta, mas podemos esperar um aumento de preço dos alimentos e de energia.”

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) prevê falta de água generalizada na África, Ásia e Europa até 2025.

A quantia de água potável disponível por habitante deve diminuir dramaticamente neste período.

A questão da segurança alimentar e energia chegou a entrar no topo da agenda política no ano passado, durante a alta do preço do petróleo e de commodities.

Segundo Beddington, a preocupação agora que os preços voltaram a cair é de que essas questões saiam da agenda doméstica e internacional. “Não podemos ser complacentes. Só porque os preços caíram, não significa que podemos relaxar”, diz ele.

Melhorar globalmente a produtividade agrícola é uma forma de combater o problema, afirma Beddington. Atualmente, se perdem entre 30% e 40% de toda a produção, antes da colheita, por causa de pragas e doenças.

“Temos que procurar uma solução. Precisamos de mais plantas resistentes a pragas e doenças, e de melhores práticas agrícolas e de colheita”, afirma Beddington.

“Os alimentos transgênicos também podem ser parte da solução. Precisamos de plantas que sejam resistentes à seca e à salinidade – uma mistura de modificações genéticas e cruzamento convencional de plantas.”

De acordo com o cientista, também são essenciais melhorias na estocagem de água e fontes de energia mais limpas. John Beddington está à frente de um subgrupo de um novo departamento do governo criado para combater a segurança alimentar.

BBC Brasil

Read Full Post »

Older Posts »