Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Notícia’

Os Portugueses podem manifestar a sua “virilidade”…,gritando a uma só voz “Vão todos pró C******”!!

A Expressão em causa, foi considerada um sinal de mera virilidade VERBAL, pelos juizes 🙂
«O cabo não deve ser julgado, porque a expressão utilizada é um “um sinal de mera virilidade verbal”.

Foi no dia 4 de Agosto de 2009 que, no gabinete do sargento da GNR que liderava um subdestacamento, o cabo solicitou uma troca de serviço com outro militar. Perante a recusa do seu superior hierárquico, tal como vem descrito no acórdão do Tribunal da Relação, o militar disse: “Não dá para trocar, então pró c…” E de seguida: “Se participar de mim, depois logo falamos como homens.”

A situação em causa evoluiu para uma acusação pelo crime de insubordinação. Segundo uma procuradora do DIAP, “a palavra ‘c…’, proferida pelo arguido, na presença do seu superior hierárquico, de forma alguma, poderia constituir um mero desabafo, antes, indignado, pelo facto de o seu superior não permitir a troca de serviço, visou o arguido atingi-lo na sua honra e consideração”.

“Então existe outro significado para a palavra, ‘c…’ em causa, dita naquele contexto, que não seja injurioso, ofensivo, de afronta, em relação à pessoa a quem é dirigida?”, questiona a mesma magistrada.

Os juízes desembargadores Calheiros da Gama e o juiz militar major-general Norberto Bernardes tiveram entendimento diferente, mantendo a decisão do juiz de instrução que decidiu não levar o arguido a julgamento.

E para fundamentar tal decisão, os desembargadores fazem uma extensa análise da expressão “prò c…” que, no fundo, era o que estava em causa no autos. Concluíram que há contextos em que a utilização da expressão não é ofensiva, mas sim um modo de verbalizar estados de alma. Um pouco de história: “Para uns a palavra ‘c…’ vem do latim caraculu que significava pequena estaca, enquanto que, para outros, este termo surge utilizado pelos portugueses nos tempos das grandes navegações para, nas artes de marinhagem, designar o topo do mastro principal das naus, ou seja, um pau grande. Certo é que, independentemente da etimologia da palavra, o povo começou a associar a palavra ao órgão sexual masculino, o pénis.”

Porém, continuam os juízes, “é público e notório, pois tal resulta da experiência comum, que ‘c…’ é palavra usada por alguns (muitos) para expressar, definir, explicar ou enfatizar toda uma gama de sentimentos humanos e diversos estados de ânimo. Por exemplo ‘prò c…’ é usado para representar algo excessivo. Seja grande ou pequeno de mais. Serve para referenciar realidades numéricas indefinidas (‘chove pra c…’; ‘o Cristiano Ronaldo joga pra c…’; ‘moras longe pra c…’; ‘o ácaro é um animal pequeno pra c…’; ‘esse filme é velho pra c…’)”.

Mas há mais jurisprudência sobre a matéria: “Para alguns, tal como no Norte de Portugal com a expressão popular de espanto, impaciência ou irritação ‘carago’, não há nada a que não se possa juntar um ‘c…’, funcionando este como verdadeira muleta oratória.”

Tendo presente tais considerações, mais o facto de se ter dado como assente que o cabo e o sargento – apesar da distância hierárquica – manterem uma relação de proximidade, sem muitas regras formais, a Relação de Lisboa decidiu não levar o militar a julgamento pelo crime de insubordinação.»

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1713684

Read Full Post »

Documentos que alguns finalistas do curso de medicina deste ano que desapareceram do Ministério da Educação.

Dizem os CTT que entregaram no Ministério da Educação .  O Ministério da Educação  diz que por mudanças de instalações é possivel terem desaparecido…

Documentos como B.I , NIF, Registo Criminal e certificado de fim de curso.

Ao ver este video de hoje a dúvida surgiu:

[YouTube=http://www.youtube.com/watch?v=Z3i5N5cRFYs]

Como se sabe que existem médicos uruguaios já contratados pelo governo por 3 anos e a ganhar acima dos 2,500E, mas que não podem exercer em Portugal por terem um curso apenas teórico, fiquei com a pulga atrás da orelha, já que as falcatruas existem mesmo…

Pergunto: Poderão ser usados estes documentos por terceiros?

A quem devem eles exigir explicações e certeza de que nada no futuro lhes poderá acontecer do uso dos mesmos?

Quantos processos terão sumido?

A Quem poderão eles responsabilizar hoje e no futuro por qualquer mau uso dos documentos desaparecidos?

 

 

Read Full Post »

Em causa está a atribuição do contrato de fornecimento de computadores às escolas à HP

 

A Acer vai requerer esta quarta-feira junto do Tribunal Administrativo de Lisboa a suspensão da atribuição à concorrente Hewlett Packard (HP) do contrato para fornecimento às escolas de computadores, segundo um comunicado a que a Lusa teve acesso.

 

O fabricante asiático de computadores acusa o Governo de ter tomado «uma decisão ilegal, violando os princípios de transparência, imparcialidade e equidade». A ACER acusa o Ministério da Educação de ter escolhido, a 09 de Outubro, a proposta da HP, 14 milhões de euros mais cara do que a dos outros concorrentes, para o fornecimento de computadores às escolas públicas.

 

O fabricante acusa ainda o Governo de ter mantido a HP no concurso sem que esta tenha cumprido todos os requisitos. «Baseado nestes factos, a Acer vai requerer hoje junto do Tribunal Administrativo de Lisboa a aplicação de medidas para a suspensão da atribuição do contrato à HP», refere o comunicado da empresa.

«A decisão do Ministério da Educação traduz-se numa enorme sobrecarga para as finanças públicas num contexto de crise económica», acrescenta o comunicado do fabricante de computadores de Taiwan.

 

A Acer já tinha anunciado a 17 de Outubro estar a considerar medidas legais contra o Governo na sequência dos resultados do concurso público para o fornecimento de computadores às escolas.

 

Ministério não comenta

 

Fonte oficial do Ministério da Educação escusou-se a comentar esta decisão da Acer, remetendo para o relatório final de avaliação das propostas publicado na Internet no site do Plano Tecnológico Educação.

 

Segundo o relatório, a avaliação das propostas foi feita de acordo com vários factores: qualidade técnica, preço global do fornecimento e instalação de equipamentos e prestação de serviços de manutenção e help desk, preço de deslocações adicionais e valor de retoma do equipamento.

 

Face à avaliação das propostas, o júri do concurso decidiu submeter à Ministra da Educação a adjudicação do contrato à HP pelo facto das suas propostas terem sido «classificadas em primeiro lugar à luz do critério de adjudicação definido», refere o relatório.

 

 

 

 www.salteadoresdaarca.com

 

     Saúde em Portugal

  • Cadilhe ataca Banco de Portugal
  • Cenário muito mais dramático do que Governo tinha previsto
  • Alunos do secundário convocam manifestação nacional
  • Jovens recrutados aparecem mortos pelo Exército colombiano
  • Governo anuncia nacionalização do BPN?
  • EUA à Beira da Falência
  • Eagle Eye Trailer – Porque “Olhos de lince ” na tradução?
  • América Latina exemplo de socialismo e democracia…”Olhos de lince”?
  • ONU denuncia crescente número de execuções na Colômbia
  • Chávez chama de “imoral” posição de Merkel e Brown sobre FMI
  • Lixo espacial: 13.000 obxectos perigosos
  • 1 caça militar nas maos dos fundadores do Google
  • Read Full Post »

    O presidente da Venezuela começou por definir José Sócrates como “um político humilde, tal como o seu povo português e o povo venezuelano”.

     

    Povo Humilde …? Socrátes Humilde?

     

    Sócrates raptado no meio do “FUMO”

    2ª versão do D.Sebastião?

     www.salteadoresdaarca.com

     

    Read Full Post »

    Algo está a acontecer; algo está em movimento a uma velocidade vertiginosa e em poucos anos estará a contaminar a medicina, a educação, as ciências sociais, inclusive a política e caracteriza-se por ser fluído e não autoritário e por resistir a criar estruturas rígidas e hierárquicas.

     

     

    Este ‘algo’ não é mais que o espírito de Aquário e as suas energias uranianas que começam a manifestar-se no mundo e a modificar as estruturas da sociedade.

     

    Embora o eixo da Terra ainda não aponte directamente para o signo de Aquário, as suas influências já se fazem sentir e, certamente, têm muito a ver com esta mudança de paradigma que se está a levar a cabo e que vai, pouco a pouco, introduzindo novos valores na sociedade actual

    …/…

     

     mais em : www.salteadoresdaarca.com

     

    Read Full Post »

     

    [YouTube=http://www.youtube.com/watch?v=sGe0r8INQeg]

    EmConfissões, livro escrito em 1766, Jean-Jacques Rousseau atribui a frase a uma “grande princesa” e nessa data Maria Antonieta tinha 10 anos e vivia em Viena. Mas interessa-me a frase porque prova que o estômago vazio é que dá horas às revoluções, não a falta de liberdade.

     

    O povo de Paris foi cercar o palácio de Trianon, protestando pelo preço do pão, primeiro, e só mais tarde é que decidiu libertar os presos da Bastilha. Segundo o Banco Mundial, o preço dos bens alimentares subiu 83% nos últimos três anos.

     

    Para explicar o drama global, nada como a língua global: em inglês, esfomeado (hungry) e revoltado (angry) são palavras próximas na escrita e pronunciam-se de forma ainda mais parecida.

     

    Entre o engolir em seco e as barricadas vai um intervalo mais curto que uma digestão saudável.  

     O PÃO, O BIOCOMBUSTÍVEL DAS REVOLTAS   Ferreira Fernandes jornalista ( D.N. )  

     

    A economia global tinha como fundamento a prosperidade dos povos e o desenvolvimento a nível global, mais emprego, mais produção, mais riqueza distribuída, menos pobreza, menos miséria.

     

    Mas afinal acabou por ser aproveitada para inflacionar os preços, criando riqueza absurda nos ricos já afortunados pela vida, e mais pobreza, mais fome, mais guerras, mais mortes, mais revoltas, desânimo, e aqui e agora começa um novo ciclo mundial.

     

    A revolta pelo direito ao pão, que como na economia, vai ser global.  Temos um mundo ao contrário, onde não há fadas, nem varinhas mágicas, nem felicidade. 

    Os políticos mundiais (uma maioria de corruptos, durante anos e anos…deu o resultado que temos hoje no mundo – fome e ameaça de fome) desta vez vão ter que transformar as bombas, os canhões, os aviões de guerra, navios de guerra, foguetões, metralhadoras, granadas, em pão. 

    É urgente que o façam. Pois a revolta pode bater de novo á porta.

     

     

     

    www.salteadoresdaarca.com

     

    Read Full Post »

    O artista alemão Gregor Schneider, um dos mais em voga actualmente, protagonizou esta segunda-feira um escândalo na Alemanha ao querer expor uma pessoa moribunda num museu para tentar quebrar um dos últimos tabus da sociedade.

    «A morte e o caminho para a morte são hoje infelizmente um sofrimento», afirmou o artista de 39 anos, numa entrevista concedida à edição electrónica do diário Die Welt.

    «A realidade da morte nos hospitais alemães, nas unidades de cuidados intensivos e nos blocos operatórios é cruel. É aí que está o escândalo», acrescentou o artista, que diz ter desenvolvido esta ideia desde 1996.

    Gregor Schneider, que se tornou célebre na Bienal de Arte de Veneza em 2001, ao obter o Leão de Ouro, falou pela primeira vez do seu projecto a 17 de Abril, na revista de arte The Art Newspaper.

    «Quero expor uma pessoa a morrer de morte natural ou alguém que tenha mesmo acabado de morrer», sublinhou.

    O artista precisou que procura alguém «que dê previamente a sua autorização para tudo» e assegurou que está «em contacto com um coleccionador de arte (…) que não se consegue determinar quando morrerá».

    Schneider quer realizar esta instalação específica numa sala do museu Haus Lange de Krefeld (oeste da Alemanha), um edifício construído entre 1928 e 1930 de acordo com os planos de Ludwig van der Rohe.

    «Um artista pode dar o seu contributo construindo locais humanos para a morte, onde as pessoas possam morrer com dignidade».

    O seu anúncio suscitou polémica, nomeadamente na Renânia, na Vestefália do norte, região na qual quer realizar o seu projecto.

    A morte continua a ser um tabu na nossa sociedade, sublinhou o secretário de Estado para a Cultura da Região, Hans-Heinrich Grosse-Brockhoff, «mas, por causa disso, vou expor a morte real?», interrogou-se.

    Gregor Schneider celebrizou-se quando instalou em Hamburgo uma réplica da Kabaa, um edifício situado no centro da Grande Mesquita de Meca, para a qual os muçulmanos se viram para rezar.

    [YouTube=

    «Quero expor uma pessoa a morrer de morte natural ou alguém que tenha mesmo acabado de morrer», sublinhou.

    O artista precisou que procura alguém «que dê previamente a sua autorização para tudo» e assegurou que está «em contacto com um coleccionador de arte (…) que não se consegue determinar quando morrerá».

    Schneider quer realizar esta instalação específica numa sala do museu Haus Lange de Krefeld (oeste da Alemanha), um edifício construído entre 1928 e 1930 de acordo com os planos de Ludwig van der Rohe.

    «Um artista pode dar o seu contributo construindo locais humanos para a morte, onde as pessoas possam morrer com dignidade».

    O seu anúncio suscitou polémica, nomeadamente na Renânia, na Vestefália do norte, região na qual quer realizar o seu projecto.

    A morte continua a ser um tabu na nossa sociedade, sublinhou o secretário de Estado para a Cultura da Região, Hans-Heinrich Grosse-Brockhoff, «mas, por causa disso, vou expor a morte real?», interrogou-se.

    Gregor Schneider celebrizou-se quando instalou em Hamburgo uma réplica da Kabaa, um edifício situado no centro da Grande Mesquita de Meca, para a qual os muçulmanos se viram para rezar.

    Gregor Schneider, Bondi Beach 2007

    [YouTube=http://www.youtube.com/watch?v=WDesFkreDQk]

    Read Full Post »