Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Justiça’

Que poderia dizer hoje, do mundo presente?
Que aquilo que se prega é  unicamente para se obter  resultado inverso.

Enquanto cresci, sentia que existia respeito por tudo e todos.
As pessoas de raças diferentes eram apreciadas. Saber usos e costumes do mundo, era dignificante…
Os animais e plantas, eram respeitados pela grande maioria das pessoas. Talvez porque cultivavam, criavam ,consumiam ou porque os vendiam para sobrevivência das familias. Outros apenas viam na “natureza”, parte da Criaçao de Deus e respeitavam-na, sem questionar…

As religiões ou credos, não eram discutidos com intuito de ofender mas sim de se conhecer as diferenças
“Deus”, era único em todos os povos e religiões. Apenas pelo aspecto cultural, ganhou vários nomes, dependendo apenas disso…

Com o Tempo, fomos sendo ENCARCERADOS em leis, para omissão da ganância do homem comum e do homem híbrido , conhecido pelos instintos de hiena. Ambos precisavam de motivos de distração, para se engradecerem materialmente e nada melhor que levar o mundo ao medo, ódio e intolerância. O CAOS para não verem o que realmente se “programava”.

Essa necessidade, de se conseguir um mundo verdadeiramente INJUSTO, foi obtido á custa da criação de LEIS de Justiça, mascarando assim a verdadeira intenção de quem o foi governando até hoje…

Hoje sabemos que a tolerância está por um fio em quase todas as culturas.
Hoje sabemos que a intenção da maior parte do mundo governativo é causar o ódio, instabilidade, xenofobias, racismos, injustiças e fraudes afim de poderem ser uma pequena elite que virá a escravizar de novo o mundo.

Que te pederia hoje, se eu fosse “Alguém”?:
Que respeites cada vez mais o emigrante e o imigrante. Que aceites as suas dferenças
Que respeites a religião e condição de cada um
Que ajudes o teu próximo
Que não te moldes à mentira que as leis dos governantes querem encobrir
Que vivas em Paz e sem medo porque morrer é a única certeza que temos
Que vivas para deixar um mundo melhor para os teus descendentes
Que não entres em lítigios por sexo, raça, religião,cultura ou credos
Que aprendas a dar a outra face…

Que sejas feliz, observando e dominando os instintos irracionais que comandam o mundo, que tentam ser o exemplo de tudo o que a LEI de Deus, retratada nos Pilares de Salomão, como a Lei do Equilibrio entre os opostos, seja NADA.

No fim, vivemos “encarcerados em Leis” para perdermos a única LEI que nos deveria reger , A LEI de SER-SE HUMANO…A Lei de Deus, A tua Lei, a tua Alma, o teu Coração os teus Sentidos…O TEU SENTIR!!!
Os teus sonhos…

melita

Levítico
18:22 -Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é;

O País que temos?
Ezequiel
14:13 – Filho do homem, quando uma terra pecar contra mim, se rebelando gravemente, então estenderei a minha mão contra ela, e lhe quebrarei o sustento do pão, e enviarei contra ela fome, e cortarei dela homens e animais.

OS PILARES DE SALOMÂO: REPRESENTAM O EQUILIBRIO;A LEI DO UNIVERSO;A LEI DIVINA a não quebrar.
entrada do Templo da sabedoria é simbolizada por dois pilares ou duas colunas. A Bíblia menciona literalmente em seu Livro dos Reis, os pilares erigidos pelo Rei Salomão na entrada de seu Templo.
O simbolismo dos dois pilares representa a oposição que existe na natureza. Esses pilares, em sua aparência, são opostos entre si, mas esotericamente, duas condições produzem necessariamente uma terceira, e esta última, cumpre uma função intermediária e, assim, a oposição aparente dos dois pilares é harmonizada por essa nova condição. Essa é a lei do equilíbrio, que é a de conciliar os opostos. O bem e o mal, a vida e a morte, a ser e a substância, o espírito e a matéria, constituem as oposições da vida representadas pelos dois pilares. Cabe ao buscador sincero reconhecer esses opostos e encontrar entre eles o que pode explicar suas oposições aparentes e também o que pode estabelecer a harmonia entre eles.

A oposição que por instantes parece destruir o equilíbrio faz surgir leis menos conhecidas da força universal, difusas de maneira invisível dentro do conjunto.

Os pilares do Templo de Salomão devem ser considerados como a representação dos contrastes ou das oposições da vida.

que “toda força requer uma resistência; toda luz, uma sombra; toda convexidade, uma concavidade; tudo que escorre, um receptáculo; todo soberano, um povo. A afirmação se confirma pela negação. O forte so triunfa pelo contraste com a debilidade do fraco.” Esses contrários manifestam a lei da dualidade e caracterizam todo tipo de vida.

Esta lei dos contrários ou oposição fundamental visível por toda a parte e manifesta exemplos conhecidos, como o bem e o mal, o homem e a mulher, a razão e a lei, Caim e Abel, é a destruidora aparente do equilíbrio. Ela torna necessário um terceiro pilar, ou seja, uma condição igualmente fundamental, mas não manifesta, indispensável para conciliar essas oposições existentes para reuni-las em uma nova unidade harmoniosa. Essa terceira condição é a lei do equilíbrio. Não se pode penetrar neste Templo da Sabedoria a não ser trazendo a diversidade representada pelos pilares que são as oposições da vida, conduzidas à unidade por meio de um termo conciliador que é a lei do equilíbrio

www.salteadoresdaarca.com

Anúncios

Read Full Post »

Anúncios