Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘ciência’

A TÂMARA

Benefícios nutricionais

A tâmara é muito nutritiva por conter proteínas, açúcar, sais minerais e vitaminas, sobretudo, a vitamina C, que neste fruto existe entre 50 a 100 vezes mais do que na banana, 8 a 17 vezes mais do que na laranja, 75 a 150 vezes mais que nas pêras, e 50 vezes mais do que na maçã.

 

Uma característica marcante na composição da tâmara é o facto de, para além de muito doce, ser extremamente rica em fibras e uma excelente fonte de potássio, ferro e cálcio.

 

Hidratos de carbono simples e complexos Podemos dizer que a tâmara é composta por 72% de hidratos de carbono simples e complexos. Isso faz dela um dos alimentos mais energéticos que se conhecem (274 Kcal por 100 gramas de tâmara seca). Deste modo, são ideais para aqueles que precisam de muita energia, como as crianças, os desportistas, os executivos, entre outros.

 

Minerais A tâmara ajuda a manter os níveis de minerais necessários. Os sais minerais desempenham funções vitais no nosso corpo, tais como manter o equilíbrio dos fluidos, controlar a contracção muscular, transportar oxigénio para os músculos e regular o metabolismo energético.

 

Açúcares Complexos É uma fruta muito doce. A tâmara fresca contém entre 20% e 36% de açúcar, enquanto as secas possuem entre 55% e 80%. Devido ao seu conteúdo de açúcares complexos, este fruto permite ao organismo um processo de metabolização demorado.

 

Esta é uma qualidade interessante quando temos que manter um ritmo intenso de esforço físico ou mental por um período longo de tempo (desportos de resistência, provas de longa duração, ou até mesmo um ritmo laboral intenso).

 

Vitaminas As tâmaras são também ricas em vitamina B5 (ácido pantoténico), conhecida pelos seus efeitos tranquilizantes. Por isso, há quem designe as tâmaras de “doses naturais anti- stress” pela capacidade que estas têm de proporcionar uma sensação de bem-estar e de relaxamento.

 

Devido a esta característica, também pode ser interessante comer algumas tâmaras antes de dormir, já que contêm triptófano que estimula a formação de melatonina, de modo a contribuir para um sono tranquilo e evitar a insónia.

 

Read Full Post »

Pesquisadores europeus anunciaram nesta terça-feira (3) a descoberta do menor planeta extrassolar já visto –é “apenas” duas vezes maior que a Terra. A descoberta foi feita utilizando a sonda a sonda Corot, um projeto francês com participação do Brasil e de outros países.

O planeta, que recebeu o singelo nome de Corot-Exo-7b, é um tanto esquisito para os padrões dos extrassolares –planetas que não orbitam em torno do Sol e têm sua trajetória associada a outras estrelas. Isso porque a maior parte dos cerca de 300 planetas extrassolares detectados até agora são bem maiores e compostos principalmente por gás, como Júpiter e Netuno.

  Divulgação  
Imagem mostra o planeta Cotot-Exo-7b, que deve ser composto por rochas, lavas e vapor
Imagem mostra o planeta extrassolar Cotot-Exo-7b, o menor já visto, passando à frente de sua estrela

Já o Cotot-Exo-7b é provavelmente composto por rochas e água (provavelmente em forma de vapor, já que a temperatura local é de cerca de 1.000ºC), sendo coberto por lava. A órbita do planeta em volta de sua estrela dura 20 horas, que é o menor período já detectado para esse tipo de planeta.

Para “ver” o planeta, os pesquisadores analisam o brilho da estrela que é sua referência. De tempos em tempos, o planeta passa em frente à estrela, fazendo com que o astro fique ofuscado –nesse caso, a diferença era de 0,03%. A capacidade de detectar com precisão essas variações de luz é um dos grandes diferenciais dessa sonda.

“Nós conseguimos ver o planeta com o Corot porque a sonda está no espaço, sem atmosfera para atrapalhar as medidas”, afirma Roi Alonso, do Laboratório de Astrofísica de Marseille.

A Corot (abreviação de Convecção, Rotação e Trânsito), lançada em 2006, tem como missão encontrar planetas pequenos e rochosos –parecidos com a Terra e capazes de abrigar vida– fora do Sistema Solar.

Fonte:Folha Online

Read Full Post »

Uma equipe de perfuração recentemente atravessou camadas de rochas profundas por sob o Havaí e acidentalmente se tornou o primeiro grupo de seres humanos conhecido a ter perfurado a crosta terrestre em profundidade suficiente para chegar ao magma – a forma derretida de rocha que ocasionalmente atinge a superfície na forma de erupções de lava …(clica na imagem)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

www.salteadoresdaarca.com

Read Full Post »

Um asteróide navega pelo espaço próximo ao nosso planeta neste momento, segundo informações publicadas nesta segunda-feira pelo site Live Science.

Depois de dividir-se em duas pedras gigantes que orbitam entre si, o objecto esteve mais próximo da Terra no dia 14 de julho, a cerca de 1,4 milhões de milhas (Dois milhões de quilômetros) de distância. Isso é uma distância quase seis vezes maior do que a existente entre o nosso planeta e a lua. Os objectos, catalogados como 2008 BT18, foram descobertos pelo programa de pesquisa MIT LINEAR em janeiro.

Não há perigo de haver um choque com a Terra.

 

Mas os cientistas querem saber mais sobre asteróides binários porque um dia eles poderão atravessar o nosso caminho. E desviar um binário fora do curso poderia ser …/…

…./lagrimade mulher.gif www.salteadoresdaarca.com

Read Full Post »

Uma roda de 100 t, a última peça de uma ambiciosa experiência que, esperam os cientistas, ajudará a desvendar os segredos do Universo foi instalada com sucesso numa caverna subterrânea, na sexta-feira.

 

 

 

Trata-se do elemento final do detector de partícula ATLAS, o maior dos quatro que serão conectados ao mais poderoso acelerador de partículas do mundo, que a European Organisation for Nuclear Research (CERN) espera começar a operar na metade de 2008.

 

 

 

 

 

“A última peça completa o gigantesco quebra-cabeças”, anunciou o CERN em comunicado. A roda foi baixada a um poço de 100 m de profundidade, e alinhada a distância de um milímetro de outros detectores do CERN, o maior centro mundial de pesquisa de partículas, localizado em um extenso complexo de pesquisas ao longo da fronteira entre França e Suíça.

 

 

 

O detector ATLAS medirá partículas conhecidas como múons, que devem ser geradas em colisões de partículas no acelerador, conhecido como Grande Colisor de Hádrons (LHC, na sigla em inglês).

 

 continuação…

www.salteadoresdaarca.com

Read Full Post »

O sal dos oceanos ajuda a limpar a atmosfera

O spray de água salgada, que emana dos oceanos, atua como um limpador da atmosfera. É o que afirmam Daniel Rosenfield e colegas, da Universidade Hebraica de Jerusalém. A idéia de que as partículas de sal lançadas à atmosfera contribuíam para a formação de nuvens sobre os oceanos foi proposta décadas atrás, mas pesquisas realizadas no início dos anos 70 sugeriram que elas não tinham maior efeito nos níveis de precipitações. Agora, um relatório publicado pelos pesquisadores na edição on-line da revista Science, indica que as partículas de sal realmente estimulam chuvas, que podem limpar o ar, eliminando a poeira e outros poluentes.
        A equipe estudou dados, coletados por satélite, acerca da qualidade do ar sobre o Oceano Índico, que recebe grande quantidade de poluentes dos continentes ao redor. Sobre a terra, as partículas de poluentes também condensam a umidade presente no ar. Mas, dada à sua pequena dimensão, as gotículas de água que se formam são tão leves que se mantêm em suspensão. Sobre o oceano, porém, a situação muda. Porque, segundo o relatório, as gotas maiores condensadas pelo sal atuam como elementos agregadores, atraindo as pequenas gotículas geradas pela poluição. Logo, as gotas se tornam tão pesadas que caem sobre a superfície oceânica na forma de chuva, levando consigo grande parte da poluição. “Se os oceanos não fossem salgados”, afirmam os autores do estudo, “a poluição atmosférica seria muito maior e mais disseminada sobre os oceanos”.

SCIENTIFIC AMERICA Brasil
[YouTube=http://www.youtube.com/watch?v=iTplImvTF9c]

 www.salteadoresdaarca.com

Read Full Post »

danny_devito.jpgHomens baixinhos tendem a ser mais ciumentos que homens altos, sugere um estudo de cientistas espanhóis e holandeses.

Pesquisadores das universidades de Valência e Groningen entrevistaram 549 homens e mulheres para avaliar como e por que eles se sentem enciumados quando um ou uma rival entra em cena.Os homens disseram  preocupar-se mais com rivais atraentes, ricos e fortes. Porém, os mais altos  mostraram-se mais confiantes.A pesquisa afirmou que mulheres de altura média são menos ciumentas em relação a outras de atributos similares, porque tenderiam a ser mais férteis e saudáveis.Entretanto, elas ficam com a pulga atrás da orelha quando entra em cena uma mulher mais alta e com características consideradas masculinas, como dominância física e status social.Medo
“Ciúme é um tipo de medo. É tudo uma questão de temer perder alguém que se ama”, disse o cientista Simon Gelsthorpe, da Sociedade Britânica de Psicologia.
“Um dos componentes mais importantes aqui é a auto-estima, e obviamente isto se relaciona com a altura. Mas também com outras características, como a calvície. Outro elemento é a solidez do relacionamento.”O estudo, originalmente publicado no Journal of Evolution and Human Behaviour, sugere que homens altos são menos ciumentos porque a altura está relacionada com atratividade, dominância e sucesso reprodutivo.

segal.jpg

Segundo os pesquisadores, no reino animal machos maiores estão em posição de vantagem para vencer brigas, alcançar dominância e garantir o acesso às fêmeas.Nos humanos, a altura é uma das características mais evidentes à primeira vista e, portanto, associada a status.

Em estudos anteriores, eles disseram, os homens mais altos têm maior tendência a obter sucesso em suas carreiras, ganhar salários mais altos e conquistar mais mulheres bonitas.BBC Brasil  

   “amor blinda casais de interf…”

www.salteadoresdaarca.com

Read Full Post »

Older Posts »