Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Lisboa’ Category

Grandes investidores, como a Pimco e a BlackRock, que perderam dinheiro com a dívida do BES conseguiram um argumento de peso para o processo legal que moveram contra o Banco de Portugal.

No meio da conferência de imprensa da semana passada para anunciar a venda do Novo Banco, a frase de António Costa passou relativamente despercebida.

A conferência ia a meio quando o primeiro-ministro é confrontado com uma pergunta de um jornalista sobre o que aconteceria se os credores seniores do Novo Banco recusassem trocar a dívida que detêm por outra menos vantajosa? E se essa operação não poderia assustar ainda mais os investidores que em 2015 já tinham perdido dinheiro com dívida do Novo Banco.

Recorde-se que, em dezembro de 2015, o Banco de Portugal decidiu alterar o perímetro dos ativos e responsabilidades do BES e do Novo Banco, tendo na altura transferido para o BES cinco instrumentos de dívida sénior avaliados em 2,2 mil milhões de euros que estavam originalmente no balanço do Novo Banco.

Esta foi a resposta de António Costa na conferência de imprensa: “Foi precisamente tendo em conta essa experiência que nunca animámos qualquer solução que passasse por uma ação não voluntária por parte dos obrigacionistas. Acho que é manifesto hoje que se há algo que penaliza os custos da República, os custos do sistema financeiro, é o facto de os investidores internacionais terem recebido particularmente mal a decisão do Banco de Portugal de, unilateralmente e de uma forma discricionária, ter imposto sacrifícios a certos obrigacionistas em dezembro de 2015”.

Anúncios

Read Full Post »

http://www.salteadoresdaarca.com/

 

….Todos os males do Mundo deixam-me à beira do meu Abismo.

O meu isolamento é o meu Buraco Negro que existe no meu inconsciente.

O Amor liberta, diz o poeta.

E Eu digo ao meu Amor. Vem.

Eu espero e aguardo. A chave está do lado de fora.

E o meu Amor Também.

 

porta.jpg

Read Full Post »

 

A cantora britânica Amy Winehouse foi a grande vencedora da 50ª cerimónia dos Grammy Awards, realizada em Los Angeles, ao conquistar cinco galardões, entre os quais o de melhor álbum pop, canção e revelação do ano. Amy Winehouse vem pela primeira vez a Portugal. Foi convidada pelo Rock in Rio para actuar em Lisboa, no dia 30 de Maio. Chega ao palco mundo depois de Ivete Sangalo e Alejandro Sanz e antes do cabeça-de-cartaz do primeiro dia do Festival, Lenny Kravitz.

 

[Youtube=http://www.youtube.com/watch?v=aygAu1x2uQo]

E

MICHAEL JACKSON ? que grammy?

-Thriller (25th Anniversary Deluxe Edition CD+DVD)

http://www.salteadoresdaarca.com/

Read Full Post »

Recordo quando criei o meu primeiro blogue.

Criei-o num sitio ao acaso, pequeno…parecendo acolhedor.

Adorava escrever e achava que o mundo virtual poderia ser mais “real” mais “verdadeiro”…  do que a realidade da vida.

Não foi assim…

Foi exactamente como na vida real…

Carregado de viboras…velhas porcas e más (um pouco de exagero) 😉

Uns amam outros odeiam…até aqui tudo bem.

Mas quando é preciso  prestar vassalagem para não correr o risco de exclusão se não disserem a tudo “SIM,MESTRE”…a coisa complica-se…

 Digo sim e não…quando estou de acordo ou em desacordo, seja em que situação for….principios que se ganham e nunca se perdem…

Mesmo que com isso seja excluída.

Hipócrisia e cinismos…já a realidade está cheia… aceitá-la seria  incentivá-la ainda mais.

 Temos um mundo “doente” governado por gente deste tipo e que não aceito, por isso também não iria aceitar na virtualidade…

ou melhor, muito menos na virtualidade.

Muitos que me liam e comentavam, com “medo” dessa exclusão, por parte das galinhas  e das equipas técnicas, optaram por ler e nao comentar.

Tento entender…mas com dificuldade, já que os blogues ou essa elite de “dementes” , não alimenta ninguém, nem sequer sabem que vocês existem a não ser para dar visibilidade ao seu “ego” que é alimentado por pessoas como vocês que vivem do medo…

Muitos sairam desde o primeiro dia que comecei…achava estranho, até que chegou a minha vez de entender. Essa vez chegará a todos se tentarem ser diferentes e não acatarem as parvoices de manter lobbys de dementes na virtualidade.

“Antes a morte que tal sorte” é um ditado que mostra o carácter das pessoas.

Com isto quero agradecer e desejar tudo o que a vida tem de melhor, áqueles que me continuam a ler aqui…

Este dominio é de todos os que gostem de escrever realmente…que aceitam as diferenças e as oposições como forma de crescer e não de excluir…

 Da discussão nasce a LUZ…e um sitio onde, quem não está a favor do “Núcleo DURO está contra….e é penalizado é…ditadura ( neste caso de trazer por casa). 

O WordPress é o  que aconselho a quem quer ter um blogue, será certamente uma experiência melhor que a que tive nesses espaços controlados por meia duzia de “nabos” 

Enfim…aprendi que a virtualidade é a imagem do País que temos e do povo que somos.

Mas, no meio de tanto empurrão que levei  encontrei “pessoas” que considero.

A César o que é de César , e como tantos outros que vi sairem ao longo do tempo que lá estive, também eu acabei por seguir outro projecto que agradeço a quem me “empurrou” para ele.

Sem isso estes www.salteadoresdaarca.com não teriam sido formados tão cedo .

A todos os que me visitam aqui e ali deixo um beijo e sucesso para tudo o que resolverem fazer com alma e coração .

melita

 

 

Deixo-vos um poema para nunca imitarem 🙂 e que já foi escrito á muito tempo…pena ser actual

Diz sim ao mestre, vírgula;
ele é o mestre, vírgula;
tu estás na terra, sem vírgula,
para te submeteres
ou para te calares.
Vamos, repete: Diz sim ao mestre,
o mestre já te disse para
pores a pinta no i.
Ele é o mestre.
E o m, desta vez sem maiúscula,
importante, lembra-te, vírgula.
Tu estás na Terra, um e e dois rr,
para te submeteres. A quem?
Ao mestre, c’os diabos
ou para te calares, cala-te.
Cuidado com os dedos e
ponto final, meu menino,
atenção à tua nota.
Repete: Diz sim ao mestre…
Diz sim ao mestre…
A verdade ensina-a ele nos seus ditados.
Escutem, respeitem o mestre.
Ele tem… ele sabe, ele pensa
logo seguimo-lo, invejamo-lo,
porque ele é o mestre.
Ele sabe tudo, ele pensa por nós.
É o guardião seguro da nossa cultura.
Nós somos imbecis
ele é o evangelho.
Filhinho, é preciso escutá-lo,
se não, onde vamos parar?
Repete: Diz sim ao mestre…

(Michel Fugain)

 

Read Full Post »

São necessários sete dias, aproximadamente, para a Lua ir de uma fase a outra,
e parece que esse foi o motivo para a semana ter sete dias
.

Esta divisão era, ainda na antiguidade, quase universal.

Na Roma antiga era chamada “Septmana”-sete manhãs. Os babilônios talvez tenham sido os primeiros a utilizá-las.

 Eles deram como nomes desses dias os mesmos dos planetas que conheciam (os cinco planetas visíveis a olho nu que conhecemos hoje, acrescidos do Sol e da Lua).

Esta prática, muito antiga, já era usada pelos babilônios. Foi adotada pelos romanos e outros povos europeus influenciados por estes.

calendario.jpg

Em espanhol e em francês foi alterada a nomenclatura do domingo e do sábado;a justificativa é a mesma da língua portuguesa (A Editar)

Na língua saxã, Tiw, Wonden, Thor e Friga representam os deuses correspondentes na mitologia nórdica a Marte, Mercúrio, Júpiter e Vênus.

Esta língua influenciou as línguas inglesa e alemã.

Os dias da semana estão ordenados da seguinte maneira:

 dia do Sol , dia da Lua, dia de Marte, dia de Mercúrio, dia
de Júpiter, dia de Vênus e dia de Saturno.

Notamos que aparentemente esta ordem não tem nenhum sentido. No sistema aristotélico, a ordem de afastamento dos “planetas” da Terra era: Lua, Mercúrio, Vênus, Sol, Marte, Júpiter e Saturno.
Esta ordem foi corretamente deduzida pela velocidade destes astros na esfera
celeste.
Esta origem atribui-se ao hábito, na antiguidade, de dedicar-se cada hora e cada dia a um planeta que influenciaria esta hora ou este dia.

Os planetas eram ordenados do mais afastado para o mais próximo; o planeta que influenciaria a primeira hora do dia era também o planeta daquele dia.
 

Por exemplo: o dia em que sua primeira hora fosse atribuída ao Sol era obviamente
“dia do Sol”, a segunda hora, a Vênus, a terceira, a Mercúrio, a quarta, à Lua,
a quinta, a Saturno, a sexta, a Júpiter, e a sétima, a Marte. Aí se repetia
o ciclo; a oitava ao Sol, e assim por diante.

Para saber qual seria a primeira hora (e as seguintes) do dia, e conseqüentemente o “planeta do dia”, usava-se a “estrela dos magos”, ou heptacorda, uma figura cabalística.

Sete dias na semana II

http://www.salteadoresdaarca.com

 

 

Read Full Post »

  www.salteadoresdaarca.com

 DECLARAÇÃO ANUAL DE RENDIMENTOS –
 
 RELAÇÃO OFICIAL DOS MEUS DEPENDENTES:
 
 01) Presidência da República e assessores;
 
 02) Governo e assessores ;
 
 03) Câmara Municipal e assessores;
 
 04) SMAS ;
 
 05) EDP;
 
 06) TELECOM;
 
 07) Taxas de recolha de lixo e de RadioDifusão;
 
 08) CEEE/CEG – Contas de luz e gás (consumo mínimo);
 
 09) Taxa de inspecção de veículo;
 
 10) Seguro automóvel obrigatório ;
 
 11) BRISA – Portagens;
 
 12) Talões de estacionamento e multas por estacionamento indevido;
 
 13) Terminais aeroportuárias e rodoviários;
 
 14) Instituições financeiras – Taxas de administração e manutenção de
 contas correntes, renovação anual de cartões de crédito, requisição de
 talões de cheque etc.;
 
 15) Mais de 250 deputados da Assembleia da República, com as
 respectivas AMANTES e CORJAS.
 
E FALAM para  NÂO SE SER “DEPENDENTES”?

HUMMMMMMMMMM!!!! QUE SÂO ELES?

Devo estar “senil”,,,será? 

sucedem-se como nas monarquias….mas dizem-se Democratas…

e o DEPENDENTE sou eu??

Estou confuso ou será confusa???

 

Read Full Post »

 

 www.salteadoresdaarca.com

 

Há quem diga que somos um país de poetas e escritores; que quase não há quem não tenha, no fundo de uma gaveta qualquer, papéis, talvez amarelecidos pelo tempo, onde rabiscou uns versos ou umas considerações saídas do fundo do coração em momentos de grande alegria ou de grande dor.

Naturalmente, apenas um pequeno número destes escritores poderia ganhar alguma notoriedade.

Alguns, infelizmente, tornaram-se mais conhecidos do que era justo. Porque há as campanhas comerciais e os amigos influentes ou ricos.

Mas conheço outros que merecem ser mil vezes mais lidos.

Um deles é Sebastião da Gama, que ficou para sempre ligado à Serra da Arrábida e à profissão de professor. Gostaria muito de que alguns dos meus leitores se sentissem animados a lê-lo. É alegre, é simples, é fresco, é humano. Diz as coisas de uma maneira que a gente entende e faz-nos sentir melhores.

Andou por aqui pouco tempo, mas com a alma limpa, as mãos limpas e os olhos limpos. E, por isso, pôde escrever coisas que são verdadeiramente luminosas.

Não encontramos nele crítica, nem azedume, nem queixas da vida. Soube encontrar alegria e beleza nas coisas pequenas, no possível, no que está ao alcance da mão.

Publicou várias obras de poesia (Serra Mãe, Itinerário Paralelo, Pelo Sonho é que Vamos, Campo Aberto) e o Diário, livro extraordinário no qual narra de forma interessantíssima a sua experiência como professor de jovens.

Read Full Post »

Older Posts »