Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Escrever’ Category

 

Segundo a pesquisa anual World Values Survey, que envolveu 350 mil pessoas em 97 países e territórios, a Dinamarca é o país mais feliz do mundo, seguido, respectivamente, de Porto Rico (território associado aos Estados Unidos no Caribe) e Colômbia.

 

Brasil ficou em 30º  lugar

 

No outro extremo, Rússia e Iraque ficaram entre os dez menos felizes e o Zimbábue – palco de recentes distúrbios políticos – ficou em último lugar.

 

No estudo, pesquisadores perguntaram a cidadãos questões simples sobre sua felicidade e grau de satisfação com a vida.

 

Prosperidade financeira

 

O estudo foi liderado pelo cientista político Ronald Inglehart, da Universidade de Michigan. Segundo o especialista, ao contrário de outros estudos, com ênfase em factores econômicos, sua pesquisa revelou que prosperidade financeira não é a única razão para a felicidade.

 

Um sinal disso seria o fato de o país mais rico do mundo, os Estados Unidos, ocupar o 16º lugar na lista.

“Nosso estudo indica que a prosperidade está vinculada à felicidade. Ela contribui”, disse. “Mas não é o factor mais importante.”

 

“Liberdade pessoal é ainda mais importante, e liberdade de várias formas. Liberdade política, como na democracia, e liberdade de escolha.”

 

Todos os países nas posições inferiores da lista enfrentam o problema da pobreza ou têm governos autoritários.

 

O Zimbábue, por exemplo, sofre com a hiperinflação e, recentemente, passou por um processo eleitoral marcado por violência.

 

 

Mundo Mais Feliz

 

Algumas pesquisas anteriores sugerem que níveis de felicidade são estáveis e não podem ser melhorados de maneira duradoura. Outras indicam até mesmo que a felicidade pode ser determinada geneticamente.

 

Mas os autores da World Values Survey afirmam que os níveis de felicidade tanto de indivíduos como de sociedades inteiras podem mudar.

 

De acordo com o estudo, que vem sendo feito desde 1981, de maneira geral, o mundo está ficando mais feliz.

 

Inglehart disse que a igualdade entre os sexos é um outro indicador de felicidade, assim como tolerância étnica e social. E, segundo o especialista, tem havido uma melhoria dramática nesses indicadores nos últimos anos.

E Portugal? Qdo fará parte do topo deste estudo?

 A infelicidade dos Portugueses

www.salteadoresdaarca.com

Read Full Post »

ADERE e Divulga :

A partir de dia UM de JUNHO

(Dia MUNDIAL contra a fome)

 

Todos os Portugueses em Portugal  e no MUNDO, coloquem uma

 Bandeira BRANCA à janela

deixem-na até sentirem que

“ O Fim das desigualdades sociais e falta de transparência na nossa sociedade” foi reposta (razão do 25 de Abril?!)

 Pode durar uma vida…mas o POVO somos todos nós!

“Eu tive um sonho…”

 Não pode cair no esquecimento

 

 

Desta vez não tem a ver com Selecções…e futebol

Desta vez tem a ver com sofrimento e perdas de qualidade de vida de todos os  Portugueses que não pertencem aos 10% das estatísticas.

 

Portugal,  Brasil, Angola, Moçambique, Argentina, Venezuela, etc

Sentem… a mesma REALIDADE:

 

“ Os POBRES são MAIS POBRES e os RICOS MAIS RICOS…”

 Iniciados da globalizaºão (Países da lusofonia)

Read Full Post »

Diz-se que a amazónia é do Brasil…e muito bem.
Mas talvez seja bom lembrar que o Brasil era dos ÍNDIOS…

Hoje em minoria em relação aos Brasileiros de que lhes serve protestar???
Será  o futuro reservado a Portugal e á sua Lingua?
Economia espanhola…Lingua Brasileira…Portugueses cada vez menos em Portugal…
O dilema dos Índios…Alguém no mundo se preocupa com a sua origem e o seu Património?

Tribos amazónicas protestam contra barragens hidroeléctricas

Projecto prevê construção numa das maiores reservas indigenas do país

Tribos da Amazónia reúnem-se segunda-feira na maior manifestação dos últimos vinte anos, em Altamira, Brasil, contra a construção de barragens hidroeléctricas numa das maiores reservas indígenas do país, avançou à Lusa uma organização envolvida no protesto.

Fiona Watson, da organização internacional de defesa dos povos indígenas «Survival», sedeada no Reino Unido, disse à Agência Lusa que «mais de mil índios de várias etnias, populações ribeirinhas e agricultores» vão participar no protesto entre 19 e 23 de Maio, em Altamira, Estado do Pará, nordeste do Brasil.

A manifestação pretende, segundo a coordenadora da Survival para o Brasil, a «interrupção imediata da construção de barragens hidroeléctricas no Parque Nacional Xingu», uma das maiores reservas indígenas do Brasil, com 2,64 milhões de hectares e onde vivem milhares de indígenas.

Impacto ambiental

Além do «grave impacto ambiental» na região, explicou, as tribos temem que a construção das barragens ao longo do rio Xingu – um dos principais afluentes do rio Amazonas – destrua o «seu modo de vida, acabe com os recursos necessários à sua sobrevivência e cause problemas de saúde».

«Queremos conservar peixes, fauna e flora, queremos que o rio esteja limpo. Não se trata de impedir o progresso do país. Limitamo-nos a defender o nosso direito à vida, à nossa terra e ao nosso modo de vida», declarou uma das tribos indígenas da região, os Ikpeng, numa nota divulgada pela Survival.

Fiona Watson explicou que o Governo brasileiro tem vindo a construir «pequenas unidades hidroeléctricas próximas da reserva indígena» e planeia desenvolver «projectos de maiores dimensões em toda a bacia amazónica até 2030», como a polémica barragem de Belmonte, uma das maiores do mundo.

«Efeitos desastrosos

«Estudos de impacte ambiental de organizações internacionais prevêem efeitos desastrosos causados pelas inundações», disse Fiona Watson.

Do lado social, explicou, os alagamentos «destruiriam os recursos naturais e a terra utilizada para a agricultura de subsistência».

Lembrou também que, para construir barragens, é necessária uma «infra-estrutura de estradas e muitos trabalhadores», que «importam doenças para as quais a população local não tem resistência».

Manter as aparências

No relacionamento com os indígenas, Fiona Watson acusou o Governo de Lula da Silva de fazer «muita coisa para manter as aparências», sublinhando que, «na prática», são tratados «como obstáculos ao progresso».

«O Governo não entende a questão indígena. Só pensa num modelo que destrói os recursos naturais de uma minoria, a favor dos interesses de uma elite e dos fazendeiros», lamentou.

A responsável lembrou que os cerca de 500.000 indígenas no Brasil são «uma minoria da minoria» dentro da população brasileira.

É bom que Portugal veja o que acontece no mundo a quem se cala por falta de não saber lutar e confiar…

Que direito tem o Brasil – Brasileiro, de não escutar os Índios que são PARTE  das suas ORIGENS, assim como Portugal não escuta os Portugueses nem os consulta nas decisões que se tomam para um futuro sem retorno…

Portugal é hoje um País pobre e a perder a sua juventude…para o exterior.

Portugal é um País pobre e a receber imigrantes sem poder custear ou dar-lhes condições de vida porque é um País sem desenvolvimento..

Não havendo emprego para Portugueses, que acabam por emigrar  ao receberem imigrantes que chegam  para o desemprego,  naturalmente que a taxa de criminalidade tem de aumentar…

Não se entende até onde Portugal irá…assim…

 Petição da Lingua Portuguesa
O acordo foi feito  por Portugal, Brasil,Caboverde e S.Tomé…
Onde está a aceitação de Angola, Moçambique, Timor, Macau, Goa, Damão, Dio, filhos dos Emigrantes Portugueses, etc…

 

Read Full Post »

Quem foram os ´”Maias”?

[YouTube=http://www.youtube.com/watch?v=k8xdUhsiH-U]

Las Siete Profecías Mayas

Cuando nos ponemos a reflexionar y observamos lo que sucede en el mundo sentimos de una u otra forma que los tiempos apocalípticos están ya presentes, así vivimos hoy tiempos de guerra por cualquier asunto, cambios climáticos que provocan grandes calamidades, amén de los desastres naturales que cada vez que se presentan tal parece que lo hacen con mayor contundencia, y ni que decir de nuestros comportamientos individuales y sociales cotidianos donde se pone en evidencia que, cada vez estamos más lejos de nosotros mismos y de los demás con el consecuente deterioro de las relaciones humanas.

 

Los Mayas sabían que todo esto iba a suceder y por ello nos dejaron un mensaje grabado en piedra que esta constituido por un elemento de alerta y otro de esperanza mismos que están contenidos en sus Siete Profecías, en el mensaje de alerta nos avisan de lo que va a pasar en éstos tiempos que vivimos, y en el de esperanza nos dicen de los cambios que debemos de realizar en nosotros mismos para impulsar a la humanidad hacia una nueva era, donde los valores mas altos empiecen florecer a través de la práctica cotidiana de de éstos por cada uno de nosotros, para llevar a la humanidad hacia el amanecer galáctico, en donde en la nueva era ya no habrá más caos ni destrucción. Las visiones de futuro, de nuestro presente están en las siete profecías que se basan en las conclusiones de sus estudios científicos y religiosos sobre el funcionamiento de universo.

 

Primera Profecía

 

El mundo de odio y materialismo terminará …/… www.salteadoresdaarca.com

 

Read Full Post »

Que baralhada que eu ando quando lembro as  “máximas antigas, relativas á sabedoria”

Provada relação estreita de Chávez com as FARC

Interpol confirmou veracidade de documentos que provam doações em dinheiro de Chávez à guerrilha colombiana

 

 

O diário espanhol publica, na edição desta sexta-feira, excertos dos documentos analisados pela Interpol. Um deles é um e-mail, datado de Novembro de 2007, escrito por um integrante das FARC, Ivan Márquez. No e-mail, o guerrilheiro contava aos companheiros que Chávez «aprovou sem pestanejar o pedido de 300 milhões de dólares (cerca de 200 milhões de euros)» feito pela guerrilha.

 

 Mas chávez consegue ver humildade no nosso PM, é porque é bom homenzinho…

www.salteadoresdaarca.com

 

Read Full Post »

Algo está a acontecer; algo está em movimento a uma velocidade vertiginosa e em poucos anos estará a contaminar a medicina, a educação, as ciências sociais, inclusive a política e caracteriza-se por ser fluído e não autoritário e por resistir a criar estruturas rígidas e hierárquicas.

 

 

Este ‘algo’ não é mais que o espírito de Aquário e as suas energias uranianas que começam a manifestar-se no mundo e a modificar as estruturas da sociedade.

 

Embora o eixo da Terra ainda não aponte directamente para o signo de Aquário, as suas influências já se fazem sentir e, certamente, têm muito a ver com esta mudança de paradigma que se está a levar a cabo e que vai, pouco a pouco, introduzindo novos valores na sociedade actual

…/…

 

 mais em : www.salteadoresdaarca.com

 

Read Full Post »

 

[YouTube=http://www.youtube.com/watch?v=sGe0r8INQeg]

EmConfissões, livro escrito em 1766, Jean-Jacques Rousseau atribui a frase a uma “grande princesa” e nessa data Maria Antonieta tinha 10 anos e vivia em Viena. Mas interessa-me a frase porque prova que o estômago vazio é que dá horas às revoluções, não a falta de liberdade.

 

O povo de Paris foi cercar o palácio de Trianon, protestando pelo preço do pão, primeiro, e só mais tarde é que decidiu libertar os presos da Bastilha. Segundo o Banco Mundial, o preço dos bens alimentares subiu 83% nos últimos três anos.

 

Para explicar o drama global, nada como a língua global: em inglês, esfomeado (hungry) e revoltado (angry) são palavras próximas na escrita e pronunciam-se de forma ainda mais parecida.

 

Entre o engolir em seco e as barricadas vai um intervalo mais curto que uma digestão saudável.  

 O PÃO, O BIOCOMBUSTÍVEL DAS REVOLTAS   Ferreira Fernandes jornalista ( D.N. )  

 

A economia global tinha como fundamento a prosperidade dos povos e o desenvolvimento a nível global, mais emprego, mais produção, mais riqueza distribuída, menos pobreza, menos miséria.

 

Mas afinal acabou por ser aproveitada para inflacionar os preços, criando riqueza absurda nos ricos já afortunados pela vida, e mais pobreza, mais fome, mais guerras, mais mortes, mais revoltas, desânimo, e aqui e agora começa um novo ciclo mundial.

 

A revolta pelo direito ao pão, que como na economia, vai ser global.  Temos um mundo ao contrário, onde não há fadas, nem varinhas mágicas, nem felicidade. 

Os políticos mundiais (uma maioria de corruptos, durante anos e anos…deu o resultado que temos hoje no mundo – fome e ameaça de fome) desta vez vão ter que transformar as bombas, os canhões, os aviões de guerra, navios de guerra, foguetões, metralhadoras, granadas, em pão. 

É urgente que o façam. Pois a revolta pode bater de novo á porta.

 

 

 

www.salteadoresdaarca.com

 

Read Full Post »

Older Posts »